terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Chuva

                        Ela veio lavar a alma,  embalar meu sono, com o seu canto inundando o resto dos sons noturnos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário